segunda-feira, 18 de julho de 2011

Expressões que só Itapeva tem - Parte 3

Vamos lá....aos poucos vão surgindo algumas do arco da véia. Se você conhece alguma que ainda não foi publicada pode enviar por email: juliologos74@hotmail.com.
Lembrando mais uma vez aos desavidados que não é possível nos adequarmos à Norma Culta da Língua Portuguesa, pois o itapevês é um dialeto independente, único. O resto é imitação!

1 – Se viu minha SETRA? Novinha cara! Vamo caçá?
2 – Para de fica ATRÁIS MEU guri!
3- O gurizada ARNICA viu!
4 – Para de fica falando MAR MEU!!
5 – Oi lá aquele gurizinho? JUDIAÇÃO viu!
6 – Esse guri parece um CURIANGO mesmo!
7 – Vô, o vô? Compra um suspiro pra mim? – Ohh fia...o vô tá sem NICRE hoje!
8 – Cumé que VEVE uma pessoa dessa, não?
- Ah..num VEVE, num VEVE!
9 – Mais é um BOCO DE MOLA memo!

10 – Manhê...deixa eu POSÁ na casa da Dona Fernanda? – Hoje não filho. De jeito nenhum guri!
 (O lavorento do irmão fazendo aquele gesto com as mãos, grita: - FIÉÉÉÉPE!!!).

 

3 comentários:

  1. Otimas,rsrsrsrs.É sempre bom voltar a infância com essas expressões itapevês,rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  2. O blog é uma pequena viagem sobre tudo. Não tem a pretensão de fazer filosofia acadêmica, não se propõe a ensinar filosofia pura. Aos mais letrados em filosofia, meu blog não tem nada a dizer. Como diz Montaigne, é sobre mim que escrevo...e não mereço seu crédito, muito menos seu precioso tempo.

    ResponderExcluir
  3. Boa JUlio , tem gente que não VEVE!!!!!!!!

    ResponderExcluir