quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Sociedade na UTI = Escola doente

O episódio do menino de 10 anos que atirou na professora e matou-se logo em seguida causou perplexidade e uma espécie de comoção nacional. Pedagogos, psicólogos, psicanalistas e sociólogos se revezarão para apresentar à sociedade uma explicação lógica e científica para o fato. Certamente agora estão a olhar seus e-mails e celulares à espreita do próximo convite de uma emissora de televisão, rádio ou um jornal qualquer. Semanas seguidas ouviremos em todos os noticiários “especialistas” cantarem suas melodias e sonetos sobre as causas da violência nas escolas tendo ao fundo uma música fúnebre para dar vazão ao nosso prazer mórbido.
Teses e mais teses sobre a violência nas escolas saem das bancas dos cursos de pós-graduação e encontram uma editora qualquer para transformá-la em produto de consumo de pessoas e instituições públicas. A violência tornou-se mercadoria. Violência vende!
(Venderei então minha ideia, e não cobrarei nada por ela além de seu precioso tempo. Reflitamos juntos!).
A culpa é dos pais que não deliberaram sobre a possibilidade de um garoto de 10 anos saber o que é uma arma de fogo e que ela tem poder de morte? Aristóteles nos ensina que só podemos deliberar sobre o que é possível e está ao nosso alcance. Talvez o filho fosse capaz de deliberar e tenha feito uma escolha consciente, coisa que seus pais não fizeram. Afinal, a indústria dos jogos de violência ensina relações de causa e efeito que os pais preferem silenciar, e também a sociedade, pois jogos violentos geram empregos!
Se não é dos pais, então, a culpa é da escola? Afinal, com um sistema educacional jurássico, visto por governantes e gestores públicos como fonte estatística para vender campanha e angariar recursos internacionais, com adolescentes e jovens sem perspectivas e projetos de vida, fazendo da escola um enfadonho passatempo, com professores pessimamente remunerados, com recursos pedagógicos escassos, a escola se torna uma bomba relógio e não mais centro de cultura e saber.
Se não é dois pais e nem do sistema educacional, então é de todos nós. Afinal, com uma sociedade doente, desigual, hipócrita e com violências de todas as formas, a escola não poderia ser um paraíso, o doce lar de sophia. Nela, não haverá espaço para o diálogo, o respeito à dignidade humana e o encontro da diferença. Jovens e adolescentes adoecem à medida que os adultos já estão na UTI.
“Se os jovens estão depravados é porque os adultos estão corrompidos.” Montesquieu.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Nico e Bico: um brinde!

(Nico e Bico conta a saga de um fígado e um pâncreas que foram condenados a habitarem um submundo dos órgãos internos, uma espécie de Hades, um verdadeiro purgatório. Como coadjuvantes temos Nite, o cérebro, apelidado de Mané, e Shakespeare, o coração, apelidado de Shake).

- Ei Bico? Bico?
- Fala meu irmão!
- Rapaz...tu tá como uma cor bonita!
- Então Nico....de Incrível Hulk a Demolidor!
- Que é que tá acontecendo, hein?
- Sei lá Nico....conversão?
- Pouco provável....Mané é muito cético com tanta filosofia!
- Ah..já sei! Grana meu amigo!
- Xééééé......e o fiado?
- É mesmo né. Deixa eu pensar......nem imagino. Pergunta pro Mané. Vai que né?
- Bom, vou tentar....você sabe que o cara é “indialogável” Bico. Mas não custa tentar. Afinal “quem espera nunca alcança” como diz Buarque.
(Nico, apreensivo, volta-se para Mané).
- Ei Mané? Oh Mané?
- Que Mané bucho. Nite seu doente!
- Huummmm......essas suas filosofias só servem pra melhorar o chaveco rapaz!
- Pois é....quem não trabalha, filosofa! Então, é melhor você voltar ao trabalho que eu volto pra minha filosofia.
- Calma Bete! Só uma pergunta. É possível?
- Já fez uma, então só a segunda.
- O que é que está acontecendo meu amigo? Eu e o Bico estamos ficando como camaleão, cada hora uma cor. É conversão religiosa? Falta de grana ou o quê?
- Mas é muita petulância de vocês dois. Não devo satisfação ao baixo clero meu caro.
- Putz....você é um intragável mesmo. Passar bem!
(Nico volta-se para Bico espumando de raiva)
- Sem chance Bico.....nunca mais falo com esse manézão.
- E agora, como vamos descobrir, hein? Já sei! Quem é o cara mais sincero aqui Nico?
- Nosso camarada coração? O Shake?
- Bingo! Vamos lá então...à procura da verdade, se é que ela existe em algum lugar.
- Ei..Shake? Shake?
( Shake com um ar de felicidade e brilho nos olhos)
- Oooooiiiiiiiiiiiiiii gente!
_ Nico, matei a pau! Paixão meu filho!
- Bico.....um brinde à paixão então!
- Com suco de laranja, né?

E um ótimo fim de semana galera. Com suco ou outro líquido qualquer!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

O que significa ser VIP!

Indo para o show ontem, tive momentos de indignação. A começar pelo cantor. Sinceramente, acho que ele é uma cópia muito ruim de um cantor goiano, que por sua vez é uma imitação melhorada de outro cantor goiano que faz dupla com um dos Camargo.  Mas, apesar de tudo, do “passa passa” de gente a todo momento, do aperto, de uns odores de essências naturais, de  uma cervejinha bem carinha, valeu a pena! Afinal, tudo é pequeno quando você está com as pessoas que você ama. Até dá pra aguentar quatro ou cinco desafinadas no palco, não é Fião? (Me diz cunhado: eu na primeira e você na segunda, um violão e um churrasco, sem aquela parafernália toda, damos um show meu amigo! E só pedimos cerveja em troca).
Deixemos isso pra lá! Minha maior indignação foi chegando ao estacionamento.  Uma fila medonha. Mas isso não é problema. Afinal: paciência também é virtude! Chegando minha vez, eis que surge um carrão ao meu lado. Tudo bem, comparando, o meu parece uma carroça. Eis que o segurança grita: segura aí irmão! Ele é VIP.
O quê? Grande merda!
Bom, pelo preço que eles pagam, deixa eu imaginar.......
No banheiro do camarote deve ter aqueles aparelhinhos de desodorizar o ambiente, tipo glade? Não? (Talvez o cheiro de um VIP dispense o glade!)
Bom, pelo menos papel higiênico tem? E Neve, não é?.... Não?
Então, na entrada tem aquelas bailarinas maravilhosas tipo ULA-ULA?...... Não?
Ahhh..já sei!  No mínimo uma mesinha com acentos confortáveis e uma garrafa de qualquer coisa? ......Não?
Então, já sei o que significa ser VIP.
VERY IMBECILE PEOPLE!

(Ao segurança do estacionamento: não falei que eu postaria uma crônica no meu blog? Dei o troco! Pobre é vingatiiiiiivo rapaz!)



CAPITAL em Itapeva: memorável!

Quem me conhece sabe o quanto aprecio uma festa. Sou da turma do “Vamo? Então, vamo!”. Esse ano fui apenas a dois shows. Na verdade três, mas um não vou contabilizar e o outro prefiro não comentar. Vou me limitar ao show do Capital Inicial. Simplesmente sensacional! Uma noite mágica. Um presente para quem gosta de música de qualidade. Dinho simplesmente deu um show à parte. Ele contagia, inebria, alucina. É impossível ficar parado! E ainda bem que eu estava na arena. Camarote não comportaria minha insanidade quando ouço os quarentões e cinquentões do rock brasileiro.  Capital é uma banda com uns trinta anos de carreira. Consagrados, reconhecidíssimos na história do rock nacional. Imaginei uma hora de show e” by Itapeva”, ganhamos nosso dinheiro, A NOITE CAI e é preciso DORMIR. Mas não, duas horas por toda plataforma porque Itapeva precisa de MÚSICA URBANA.
Você não foi? Ah... Então você preferiu ficar À SUA MANEIRA. Sinto muito! ATÉ QUANDO ESPERAR pelo próximo? Ainda bem que não teve CHUVA.  Ao lado do meu amor COMO DEVIA ESTAR.  Ainda bem que não vi nenhuma VERANEIO VASCAÍNA. Senão: QUE PAÍS É ESSE?
GRATIDÃO Capital.........vocês ensinaram que viver da arte não é apenas ganhar dinheiro e aparecer em qualquer programa de auditório, pois há muito artista que não vive sem um ESPELHO NO ELEVADOR.  É preciso ser um pouco PSICOPATA e sentir prazer no que faz! Afinal: quem sabe não precisa de PROVA!
Sinceramente? Voltei a ficar de OLHOS VERMELHOS e nem lembro mais dos meus PRIMEIROS ERROS!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Adão no Éden

Sensacional!!!

Sócrates: teste dos 3 filtros!

(Não me recordo de ter lido tal narrativa nos diálogos socráticos. De qualquer forma, vale como reflexão).


Na Grécia antiga, Sócrates era um mestre reconhecido por sua sabedoria. Certo dia, o grande filósofo se encontrou com um conhecido que lhe disse:

- Sócrates, sabe o que acabo de ouvir sobre um de seus alunos?

- Um momento, respondeu Sócrates. Antes de me dizer, gostaria que você passasse por um pequeno teste. Chama-se "Teste dos 3 filtros".

- Três filtros?

- Sim, continuou Sócrates. Antes de me contar o que quer que seja sobre meu aluno, é bom pensar um pouco e filtrar o que vais me dizer.

O primeiro filtro é o da Verdade. Estás completamente seguro de que o que me vai dizer é verdade?

- Bem... Acabo de saber...

- Então, sem saber se é verdade, ainda assim quer me contar?

Vamos ao segundo filtro, que é o da Bondade. Quer me contar algo de bom sobre meu aluno?

- Não, pelo contrário.

- Então, interrompeu Sócrates, queres me contar algo de ruim sobre ele, que não sabes se é verdade!

Ora veja! Ainda podes passar no teste, pois ainda resta o terceiro filtro, que é o da Utilidade. O que queres me contar vai ser útil para mim?

- Acho que não muito.

- Portanto, concluiu Sócrates, se o que você quer me contar pode não ser verdade, não ser bom e pode não ser útil, então para que contar?

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Love: o amor rejuvenesce!

Uma bela mensagem pra começar a semana!

Todo erro é uma forma de acerto!

Parece simples, parece óbvio.  Mas a vida não é simples para todos.
Há os mais sagazes e maduros, que apenas um erro é suficiente para colocá-lo nos trilhos novamente. Há quem demore mais até perceber o quanto persistiu no mesmo erro. Há ainda aqueles que levam toda uma existência para reconhecerem seus próprios erros.
O erro é apenas um indício de aquela não era a escolha certa, de que aquele não era o momento ainda, de que aquela ação não trouxe o resultado esperado. Fracassei? Desistirei? Para quem ainda está vivo, é cedo demais!
Nietzsche sempre inquiriu os filósofos de todos os tempos com uma pergunta intrigante: por que sempre a verdade? Por que não o erro?
Talvez o que ele quisesse nos indicar é que nem sempre é possível acertar na primeira tentativa, que o erro faz parte do percurso, que ele nos ilumina e nos faz olhar para dentro de nós mesmos.
 E só quando olhamos para nós mesmos somos capazes de perceber o quanto somos obscuros, de quanta luz ainda padecemos. Mas é isso o que faz a vida valer a pena. Saber que podemos mais, que é possível, que é permitido, que é justo dar-se a si mesmo outra chance de buscar a felicidade e o amor, seja lá onde eles se deixam encontrar.
E se o erro acontecer, lembre-se: é apenas um indício!
Uma semana iluminada para todos!

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Pão de queijo!

O médico estava namorando a enfermeira do hospital e ela acabou engravidando.
 Ele, não querendo que sua mulher descobrisse, deu dinheiro à enfermeira, pediu que ela voltasse para sua cidade natal em Minas Gerais e tivesse o bebê lá.
- Como vou avisá-lo quando o bebê nascer?
- Mande um cartão postal e simplesmente escreva: "PÃO DE QUEIJO".
 Eu cuidarei de todas as despesas da criança. Como garantia fizeram um acordo diante de um juiz.
Alguns meses se passaram, um dia quando o médico chegou em casa, a esposa disse:
- Você recebeu um cartão postal de Minas Gerais e eu não consigo entender o significado da mensagem.
Ele leu o cartão e caiu no chão com um violento ataque cardíaco, foi levado à emergência do hospital.
O cardiologista perguntou à esposa:
- Aconteceu algo que possa ter causado o ataque cardíaco?
 - Ele apenas leu este cartão postal:
"Cinco pães de queijo: três com linguiça e dois sem".

Nico e Bico: prisão perpétua!

- Ei Bico? Rapaz, tu tá estragado irmão! Tá envelhecendo, hein?
- Pudera Nico, vivendo em regime de escravidão.
- Pois é Bico, parece trabalho forçado né?
- Eu quero minha alforria já Nico. Num aguento mais!
- O Bico? "Vamo contratá" um advogado e "processá" esse cretino?
- Se o doutor for bom, o cretino vai pegar prisão perpétua!
- kkkkkkkkkkkkkk....ou até pena de morte!


ANDO MEIO!

(Estou a me intrometer como poeta!)

Ando meio apreensivo, meio agressivo, meio sem motivo.
Ando meio sem memória, meio sem glória, meio sem história.
Ando meio chato, meio rato e meio gato.
Ando meio pobre, vivendo meio nobre.
Ando meio cansado, meio abismado, meio calado.
Ando meio na dança, meio sem esperança.
Ando meio esquisito, meio aflito, meio no grito.
Ando meio sem nexo, meio sem sexo, meio perplexo.
Ando meio distante, meio errante, meio falante.
Ando meio sem dinheiro, meio sem veleiro.
Ando meio desesperado, meio apressado, meio desencantado.
Ando meio cantor, meio ator, meio encantador.
Ando meio.....mas ando!

domingo, 4 de setembro de 2011

Acho que vou abrir uma igreja também!

Recebi por e-mail e resolvi compartilhar. Com todo o respeito aos que são sérios e não transformam a religião em um supermercado onde se compra o céu.
LISTA DE IGREJAS ABERTAS NO BRASIL EM 2010 (até setembro).

- Igreja da Água Abençoada
- Igreja Adventista da Sétima Reforma Divina
- Igreja da Bênção Mundial Fogo de Poder
- Congregação Anti-Blasfêmias
- Igreja Chave do Éden
- Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta 
- Igreja Batista Incêndio de Bênçãos
- Igreja Batista Ô Glória!
- Congregação Passo para o Futuro
- Igreja Explosão da Fé
- Igreja Pedra Viva
- Comunidade do Coração Reciclado
- Igreja Evangélica Missão Celestial Pentecostal
- Cruzada de Emoções
- Igreja C.R.B. (Cortina Repleta de Bênçãos)
- Congregação Plena Paz Amando a Todos
- Igreja A Fé de Gideão
- Igreja Aceita a Jesus
- Igreja Pentecostal Jesus Nasceu em Belém
- Igreja Evangélica Pentecostal Labareda de Fogo
- Congregação J. A. T. (Jesus Ama a Todos)
- Igreja Evangélica Pentecostal a Última Embarcação Para Cristo
- Igreja Pentecostal Uma Porta para a Salvação
- Comunidade Arqueiros de Cristo
- Igreja Automotiva do Fogo Sagrado
- Igreja Batista A Paz do Senhor e Anti-Globo
- Assembléia de Deus do Pai, do Filho e do Espírito Santo
- Igreja Palma da Mão de Cristo
- Igreja Menina dos Olhos de Deus
- Igreja Pentecostal Vale de Bênçãos
- Associação Evangélica Fiel Até Debaixo DÁgua
- Igreja Batista Ponte para o Céu
- Igreja Pentecostal do Fogo Azul
- Comunidade Evangélica Shalom Adonai, Cristo!
- Igreja da Cruz Erguida para o Bem das Almas
- Cruzada Evangélica do Pastor Waldevino Coelho, a Sumidade
- Igreja Filho do Varão
- Igreja da Oração Eficiente
- Igreja da Pomba Branca
- Igreja Socorrista Evangélica
- Igreja A de Amor 
- Cruzada do Poder Pleno e Misterioso
- Igreja do Amor Maior que Outra Força
- Igreja Dekanthalabassi 
- Igreja dos Bons Artifícios
- Igreja Cristo é Show 
- Igreja dos Habitantes de Dabir
- Igreja Eu Sou a Porta
- Cruzada Evangélica do Ministério de Jeová, Deus do Fogo
- Igreja da Bênção Mundial
- Igreja das Sete Trombetas do Apocalipse
- Igreja Barco da Salvação
- Igreja Pentecostal do Pastor Sassá
- Igreja Sinais e Prodígios
- Igreja de Deus da Profecia no Brasil e América do Sul
- Igreja do Manto Branco
- Igreja Caverna de Adulão
- Igreja Este Brasil é Adventista
- Igreja E..T.Q.B (Eu Também Quero a Bênção)
- Igreja Evangélica Florzinha de Jesus 
- Igreja Cenáculo de Oração Jesus Está Voltando
- Ministério Eis-me Aqui
- Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia
- Igreja Evangélica A Última Trombeta Soará
- Igreja de Deus Assembleia dos Anciãos
- Igreja Evangélica Facho de Luz
- Igreja Batista Renovada Lugar Forte
- Igreja Atual dos Últimos Dias
- Igreja Jesus Está Voltando, Prepara-te
- Ministério Apascenta as Minhas Ovelhas
- Igreja Evangélica Bola de Neve
- Igreja Evangélica Adão é o Homem
- Igreja Evangélica Batista Barranco Sagrado
- Ministério Maravilhas de Deus
- Igreja Evangélica Fonte de Milagres
- Comunidade Porta das O velhas
- Igreja Pentecostal Jesus Vem, Você Fica 
- Igreja Evangélica Pentecostal Cuspe de Cristo 
- Igreja Evangélica Luz no Escuro
- Igreja Evangélica O Senhor Vem no Fim 
- Igreja Pentecostal Planeta Cristo
- Igreja Evangélica dos Hinos Maravilhosos
- Igreja Evangélica Pentecostal da Bênção Ininterrupta
- Assembleia de Deus Batista A Cobrinha de Moisés
- Igreja Evangélica Muçulmana Javé é Pai 
- Igreja Abre-te-Sésamo 
- Igreja Assembleia de Deus Adventista Romaria do Povo de Deus
- Igreja Bailarinas da Valsa Divina 
- Igreja Batista Floresta Encantada 
- Igreja da Bênção Mundial Pegando Fogo do Poder
- Igreja do Louvre
- Igreja ETQB, Eu Também Quero a Bênção
- Igreja Evangélica Batalha dos Deuses 
- Igreja Evangélica do Pastor Paulo Andrade, O Homem que Vive sem Pecados
- Igreja Evangélica Idolatria ao Deus Maior
- Igreja MTV, Manto da Ternura em Vida
- Igreja Pentecostal Marilyn Monroe
- Igreja Quadrangular O Mundo É Redondo
- Igreja Pentecostal Trombeta de Deus
- Igreja Pentecostal Alarido de Deus
- Igreja pentecostal Esconderijo do Altíssimo
- Igreja Batista Coluna de Fogo
- Igreja de Deus que se Reúne nas Casas
- Igreja Evangélica Pentecostal a Volta do Grande Rei
- Igreja Evangélica Pentecostal Creio Eu na Bíblia
- Igreja Evangélica a Última Trombeta Soará
- Igreja Evangélica Pentecostal Sinal da Volta de Cristo
- Igreja Evangélica Assembleia dos
- Ministério Favos de Mel
- Assembleia de Deus com Doutrinas e sem Costumes

Um debate importante!

Recebi por email e compartilho com você, pois é uma questão séria que precisa ser discutida por toda a sociedade. A escola não é um lugar que prepara para a vida em sociedade, ela é a própria sociedade! Como dizia Montesquieu: "Se os jovens estão depravados é porque os adultos estão corrompidos".

Projeto de Lei 267/11
A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente. A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante.
De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição. O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

sábado, 3 de setembro de 2011

Nico e Bico: previsão do tempo!

Para os desavisados, Nico e Bico conta a saga de um fígado e um pâncreas que habitam uma espécie de Hades dos órgãos internos, um submundo, um purgatório dos órgãos que em outras vidas não evoluíram.

- Ei Bico? Você tem a previsão do tempo pra esse final de semana?
- Nico, você viu a chuva ontem né?
- Loco do céu! Tô encharcado até agora!
- Olha só Nico....a previsão é tempestade com vento forte até domingo!
- Ai ai ai Bico....não tem um guarda chuva blindado aí é?
- Nico, nossa vida é de indigente rapaz. Sem teto e sem guarda chuva! Pela mor viu!

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Miguelito: o Emílio de Rousseau

Miguelito sobrevoava um lindo bosque nos arredores de Paris quando pousou aos pés de uma árvore frondosa. Cansado, adormeceu! Sem que percebesse, ao seu lado deita-se um homem e também adormece. Miguelito acorda com o ronco do homem ao seu lado. Seu pequeno ouvido zunia como buzina.
- Jesus amado, que estrondo! A mulher desse fulano deve ter se suicidado! Vá “roncá” em São Miguel rapaz!
(Miguelito se aproxima e bate suas patinhas no rosto do pequeno homem)
- Ei, ei?
- Oi? Onde? O quê?
- Aqui meu amigo, embaixo.
- Nossa, que sonho estranho. Parecia que um inseto falava comigo. Essa vida em sociedade nos enlouquece mesmo!
- Inseto não senhor! Um besouro sapiens. E o último. Portanto, mais respeito!
- Não pode ser. E você fala? Nem sei o que pensar.... senhor?
- Miguelito.  Bom, segundo Aristóteles porque falo sou um ser político e blá blá blá. blá blá blá..
- Formidável, genuíno. E me diz uma coisa: você já viveu no estado de natureza?
- Já sei. Thomas Hobbes? O senhor é Hobbes?
- Não, senhor Miguelito. O senhor não está na Inglaterra, está na França. Sou Rousseau.
- Bom, que seja. Vocês inventaram essa coisa de estado de natureza, não provaram nada, e de uma hipótese querem transformá-la em prova do dia pra noite.
- Mas você pode ser minha prova. Por sinal, você poderia ser meu Emílio. O que acha?
- Sua cobaia?
- Cobaia? Como assim?
- Seu experimento vai!
- É, mais ou menos isso.
- E o que eu ganho com isso?
- Você viverá em um castelo no campo, lindo, afastado de tudo e de todos.
- Sabe que não é uma má ideia seu Rousseau. Só levei bomba até agora. Sócrates e Platão quase me envenenaram, em Tróia virei um guerreiro grego e quase morri. Alexandre (O Grande) me sacaneou legal. Mandou-me para Aristóteles, que por sua vez me trancou numa caixa. Até uma mulher me traiu.
- Quem Miguelito? Você estava apaixonado por ela?
- Não. A dona Penélope, esposa de Ulisses. Fiquei em Ítaca, trancado num quarto tecendo uma manta, uma colcha, sei lá.
- Miguelito, você é a história viva! E sua história prova que a vida em sociedade corrompeu os homens e os costumes desde os tempos mais remotos.
- Vamos ao que interessa. E pra ser seu Emílio, como vou ocupar meus dias? Poderei ler meus livros? Jogar um carteado, beberiar alguma coisa vez ou outra?
- Não, no começo não. Você irá desenvolver sua sensibilidade primeiro.
- Hum? Como assim?
- Não vou educá-lo como fazem os franceses, que tiram a robustez e a força do corpo.
- Melhorou a conversa.
- Você jogará péla, andará a cavalo, nadará nos rios, subirá em árvores, comerá os frutos do próprio pomar. Terá uma vida mergulhada na natureza e voltará a ser feliz Miguelito. O que acha?
- Sei não seu Rousseau. Não acredito mais nessa coisa de felicidade. Além do mais, me custa acreditar nos homens. Eles sempre agem em benefício próprio, mesmo quando a promessa é para fazer o bem aos outros.
- Ahhh...Voltaire e o círculo dos iluministas iriam “adorar” ouvir isso. O povo corre para suas cadeias imaginando correr para sua liberdade!
- Bom seu Rousseau, já está escurecendo. Vou ceder à tentação do corpo mais uma vez, apesar de minha intuição me dizer que seria melhor dar meia volta e sumir daqui.
- Você não se arrependerá meu caro!
- Já ouvi isso antes. Inúmeras vezes!
(Miguelito foi levado então para uma casa de campo em Ermenonville onde Rousseau estava hospedado. Dias de intensa alegria se passaram. Miguelito aprendera andar a cavalo, nadar, subir em árvores, escalar montanhas, ordenhar a vaca, plantar, caçar. Alimentava-se de frutas, legumes, peixes, hortaliças. Seu corpo estava forte, sua negritude resplandecia como a carruagem de Apolo. Mas bateu a saudade! Saudade de tudo o que lembrava civilização. Pela manhã Rousseau percebe a inquietude de seu Emílio).
- Meu Emílio, vejo que estás inquieto. O que se passa?
- Não leve a mal seu Rousseau, mas estou com saudade de algumas coisas.
- Vejamos se podemos ceder. Diga o que você quer?
- Ah...um X-tudo com muita maionese e mostarda.
- Muito artificial Miguelito. Nem pensar!
- Então...uma pizza quatro queijos. Hein?
- Fora de cogitação. Outra coisa!
- Uma cervejinha bem gelada com uma porção de amendoim salgado.
- De jeito nenhum. Meu Emílio é uma criança. Eu poderia ser preso!
- Mas eu não sou criança. O seu Emílio é! Tudo bem. Então que tal uma balada hoje à noite, umas tchutchucas! Heins?
- Tchutchucas?
- Donzelas seu Rousseau, rabo de saia, entendeu?
- Veja bem meu caro. Se você quer tanto ir, vou escrever uma carta a um grande amigo meu. Pense numa pessoa que me quer bem. Em sua casa, você será muito bem recebido e ele gosta dessas coisas da sociedade.
- Que gentileza seu Rousseau. E como se chama esse seu grande amigo?
- François Marie Arouet, mais conhecido como Voltaire.
- Belê seu Rousseau. Vou preparar minha mala então.
- Vai lá meu Emílio. Você será muito bem recepcionado.
(Miguelito saiu todo feliz levando consigo a carta de recomendações de Rousseau. Só não sabia ele que Voltaire era "inimigo" intelectual confesso de Rousseau).
Voltaire e Rousseau: dois grandes nomes do Iluminismo.