segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

SOU DOENTE!

Doente por flores.
Doente por cores.
Doente por sabores.

Doente por um pão.
Doente por um chão.
Doente por paixão.

Doente por um lar.
Doente por um bar.
Doente para amar.

Doente porque canto.
Doente por um manto.
Doente sem um canto.

Doente pela lua.
Doente por rua.
Doente por nua.

Doente sem nexo.
Doente por sexo.
Doente perplexo.

Doente sem lenço.
Doente porque penso.
Doente sem senso.

Doente por saia.
Doente por praia.
Doente na raia.

Doente por sair.
Doente por dormir.
Doente até cair.

Doente por estrela.
Doente por vê-la.
Doente por perdê-la.

Doente sem rumo.
Doente sem prumo.
Doente enquanto durmo.

Doente sem carteiro.
Doente sem dinheiro.
Doente por inteiro.

Doente que destrói.
Doente que rói.
Doente que constrói.

Doente porque mereço.
Doente porque esqueço.
Doente porque adoeço.

Doente porque labuto.
Doente sem um puto.
Doente por um fruto.

Doente por perigo.
Doente sem abrigo.
Doente por amigo.

Doente de tédio.
Doente nédio.
Doente sem remédio.

Doente na brandura.
Doente na secura.
Doente na loucura.

Doente sem ser mal.
Doente por sal.
Doente real.

Doente porque sinto.
Doente sem cinto.
Doente porque minto.

Doente pela verdade.
Doente sem maldade.
Doente de saudade.

Doente por gente.
Doente por pente.
Doente que mente.

Doente por gorjeta.
Doente na sarjeta.
Doente sem muleta.

Doente no escuro.
Doente sem muro.
Doente obscuro.

Doente na corda bamba.
Doente por muamba.
Doente no samba.

Doente sem negócio.
Doente sem sócio.
Doente por ócio.

Doente na riqueza.
Doente na pobreza.
Doente sem nobreza.

Doente por viver.
Doente por sofrer.
Doente até morrer.

Eu sou doente!
Você não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário