domingo, 29 de abril de 2012

Voltei!

Para a felicidade de poucos, voltei!
Voltei não porque fui. Voltei porque nunca estive em lugar algum.
Voltei não porque viajei. Quem viaja nunca quer voltar.
Voltei não porque parti. Na verdade, nunca fiquei.
Voltei não por mim. Mas também não voltei por você.
Voltei não por dinheiro. Dinheiro algum compra pensamento. Fingimos que o vendemos.
Voltei não para fazer amigos. Amigos não se conquistam em um único dia.
Voltei não por fama. Fama se conquista arduamente e se perde por muito pouco.
Voltei não por egoísmo. Egoístas como eu não fingem altruísmo.
Voltei para que meus pensamentos não sejam prisioneiros de mim mesmo.
Voltei porque sou louco. Louco pela própria loucura.

Um ótimo feriado. Afinal, o trabalho é para muitos. O ócio inteligente é para poucos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário